Você precisa comprar um jaleco e tem dúvidas sobre o melhor modelo?

Não se preocupe, nós listamos as principais dúvidas que recebemos dos nossos clientes e fizemos um artigo que certamente vai ajudá-lo na escolha.

Lembre-se: O jaleco é um instrumento de proteção individual, e possui normas que precisam ser seguidas.

Confira:

 

DICA 1-  REGRAS E NORMAS

Antes de mais nada é preciso verificar as determinações que seu curso ou sua profissão exigem.

Isso mesmo: Cada profissão, cada curso possui regras diferenciadas de proteção. Um jaleco de um dentista possui especificações diferenciadas do jaleco de um médico por exemplo.

Alguns locais de trabalho possuem regras internas de segurança que devem ser seguidas. E isso vale para escolas técnicas e faculdades também.

 

 DICA 2- TIPO DE TECIDO

Não tem como escolher o jaleco ideal, se você não prestar atenção no tecido em que ele é confeccionado. Atualmente com o avanço da tecnologia na indústria têxtil, vários novos tecidos surgiram no mercado. Entre os mais recomendados para essa roupa estão:

  • Oxford: é um tecido 100% poliéster. Muito resistente, não amassa fácil, não encolhe e possui baixo custo. Porém é considerado quente. Se você vai usar poucas vezes na semana ou o lugar que trabalha é refrigerado é uma excelente opção.

 

  • Oxfordine: Também conhecido como Oxford de Verão, este tecido é um derivado do Oxford comum, que tem como principal característica a porcentagem mais alta de algodão. Ele apresenta a durabilidade do tecido convencional, só que é bem mais leve e suave, sendo ideal para uso em regiões quentes. O custo é um pouco maior, mas a resistência e a leveza compensam o investimento.

 

  • Gabardine: Graças a sua composição e trama, este tecido é mais leve. Permite maior troca térmica e dá ao visual um aspecto mais elegante. Possui boa durabilidade, não é difícil de passar e é escolhido para as peças mais elaboradas devido ao excelente caimento. Possui um preço mais alto, mas a qualidade compensa.

 

  • Microfibra: Tecido leve e fresquinho, proporciona a peça um bom caimento e elegância. Ele amassa com mais facilidade, mas o conforto proporcionado por ele faz com que muitos clientes o escolham para trabalhos em lugares muito quentes. O custo desse tecido não é tão alto e a durabilidade é excelente.

 

 DICA 3- CORES:

A cor mais usada para jaleco é o branco.  Essa é uma norma padrão seguida pela maioria dos cursos e profissões ligadas a área da saúde. É aliada de altos padrões de higiene.

 Mas você pode personalizar seu branquinho e sair do básico com bordados, detalhes coloridos e estampados ou até mesmo botões diferentes. Assim, é possível ter um estilo arrojado, mas dentro dos padrões.

Se seu ambiente de estudo ou trabalho permite, os jalecos coloridos são a última tendência:

Pink, turquesa, amarelo, rosa bebe ou o tradicional marinho ganham as vitrines, clínicas, consultórios e sala de aula.

A venda de jalecos chumbo ou preto tem crescido muito pois não sujam com facilidade e dão um aspecto elegante ao uniforme. São muito usados por estudantes e profissionais que lidam com líquidos que podem manchar o tecido.

 

DICA 4- CORTE

O corte do jaleco influencia muito na beleza e no conforto. Procure confecções que façam distinção entre o corte masculino e feminino.

jaleco feminino é mais delicado e cinturado. O masculino é confeccionado com ombros maiores. Cortes unissex costumam ser retos e não valorizam a imagem o profissional.

Cortes diferenciados fazem o jaleco ganhar vida. Gola bem-feita, detalhe na cintura ou no bolso, corte slim, vão deixar seu jaleco mais bonito e elegante.

 Dê muita importância ao conforto da peça, mas também alie beleza e elegância. Afinal você vai passar várias horas do seu dia usando seu jaleco, uma boa imagem faz toda a diferença.

 

DICA 5- GOLAS

Você já reparou que existem tipos diferentes de golas (colarinhos) para jalecos?

Sim! E elas são muito importante para sua proteção. Elencamos as mais usadas:

  •  Gola tradicional ou esporte: Essa é a gola mais comum. Ela segue o modelo tradicional de camisa. Fechada na região frontal formando um V. Protege o profissional até a altura do peito.

  • Gola xale: Possui um corte arredondado que proporciona maior elegância aos jalecos. Muito usada em jalecos femininos.

  • Gola smoking: É uma gola arredondada usada para jalecos masculinos. Ideal para usar com gravatas. O corte é muito elegante e tem ganhado espaço nos consultórios médicos.

  • Gola padre: É a gola que proporciona maior proteção ao profissional. Ela vai até o pescoço evitando que respingos de líquidos contaminados entre em contato com a roupa ou com a pele do profissional.É uma gola que facilita a personalização do jaleco, podendo ser incrementada com bordados, aviamento colorido ou renda. Por isso é preferida dos clientes que gostam de um jaleco diferenciado.

 

DICA 6 -VISTA COBERTA

A vista coberta nada mais é que uma proteção para os botões.

Em lugares onde existe alto risco de contaminação o uso de jalecos com o botão coberto é obrigatório, pois evita que agentes contaminados se fixem no botão.

DICA 7 - PUNHOS

Você deve optar por um jaleco com punho quando existe o risco de contaminar as mangas com agentes contaminantes.

Ele vai ajudar a proteger seu braço de respingos de reagentes, sangue ou outros fluidos contaminados.

Outra função muito importante do punho do jaleco é evitar que a manga enrosque em instrumentos que podem causar acidentes e o dano no equipamento.

 

DICA 8 - BOLSOS

Acredite, no dia a dia corrido de atendimentos os bolsos dos jalecos são verdadeiros auxiliares.

Os modelos tradicionais possuem 03 bolsos: Um no peito e dois frontais na altura do quadril.

Mas hoje temos uma variedade de bolsos multiuso que ajudam o profissional a se organizar no dia a dia. São bolsos duplos, bolsos diagonais, bolsos embutidos.

Importante: Os bolsos precisam ser bem limpos pois podem acumular agentes contaminadores.

 

Gostou do artigo? Qual é o seu modelo de jaleco preferido?

 infográfico gola de jalecos

 Leia Também:

Chef Giovana Faz Sucesso com Restaurante saudável e natural

5 Passos para ter sucesso na sua clínica médica ou odontológica

Saiba quais são as diferenças entre os cursos de enfermagem

Qual o melhor calçado para o profissional da saúde?

 

Como Lavar seu jaleco de forma fácil e prática