Jaleco é um EPI



Antes de mais nada é importante lembrar que o jaleco é um EPI (Equipamento de proteção individual) e portanto merece mais atenção que o resto das suas roupas.

Ele serve de proteção para você, para as pessoas que você cuida e também para sua família.  

Veja bem:

Durante o seu trabalho você pode se contaminar com substancias que podem conter micro-organismos nocivos à saúde. Eles podem ser levados de um paciente para o outro, para o transporte público e para sua casa.

Por isso saber lavar e cuidar do seu jaleco é tão importante!

E o método precisa ser prático, pois é feito diariamente:


1-    Verifique as instruções do fabricante nas etiquetas:

Sabe aquela etiqueta na lateral da roupa? Aquela que cortamos assim que compramos a peça porque pinica e incomoda?

Então...

Ela contém informações importantes para a conservação da roupa que devemos ler antes de jogar fora. Nela você vai saber a composição do tecido e a forma indicada pelo fabricante para lavar e secar a peça.

Geralmente você vai encontrar as seguintes instruções de lavagem:

etiqueta


2) Se o jaleco estiver manchado:

Você pode utilizar um “tira manchas” a base de O - encontrado em todos supermercados como  o Vantage ou Vanish.-

Siga as instruções da embalagem do produto. Não deixe muito tempo pois alvejantes danificam o tecido.

Evite usar alvejantes á base de cloro, eles amarelam as roupas brancas.


3) Hidrate a sujeira antes de lavar

Deixe de molho antes de lavar  à mão ou na máquina. A sujeira sai mais fácil, evitando esfregar na mão e permitindo usar ciclos mas suaves na máquina.


4) Cuidado especial:

Segundo pesquisa realizada pela escola de enfermagem da UFMG,  as regiões do bolso e abdominal da roupa são as mais críticas e por isso merecem maior cuidado na hora da higienização.

Portanto você deve dar atenção para essas áreas: Esfregue delicadamente e use jato de água nos bolsos para tirar toda a sujeira.


5) Proteja seu jaleco:

Se for lavar na máquina, coloque o jaleco em um saquinho de lavagem para roupas delicadas e se não tiver um em casa, você pode usar uma fronha de travesseiro (separada somente para esse fim)

Dessa forma você vai evitar que alças ou botões possam ficar presos e sejam danificados.


6) Na máquina:

Utilize sempre o ciclo para roupas delicadas. Caso tenha ciclo aquecido, verifique a temperatura indicada pelo fabricante na etiqueta.

Você deve higienizar a máquina com desinfetante antes e após a lavagem do jaleco.


7) Enxague bem:

Resíduos de sabão podem amarelar seu jaleco. 

Se lavar à mão enxague bem a peça em água corrente.

Se lavar à maquina use a quantidade de sabão adequada evitando resíduos.


8) Dica da vovó:

Uma receitinha usada pelas avós que dá um resultado incrível:

Uma tampinha de álcool no ultimo enxague.

Ela vai deixar o tecido mais brilhante e com aparência de novo.


9) Na hora de secar:

Pendure seu jaleco em um cabide, isso vai ajudar na hora de passar.

Se colocar no varal evite uso de pregadores que podem marcar o tecido.


Dicas importantes:

***Não transporte seu jaleco com roupas normais. Tome o cuidado de separar esta roupa das demais, utilizando para isso um saco plástico;

***Nunca lave as peças de uso profissional com as do cotidiano;

 



 lavar jaleco

Gostou do artigo? Ficou com alguma dúvida?

Tem mais alguma dica?  Então deixe o seu comentário abaixo com dúvidas/sugestões!

 

Confira também:

Saiba quais a diferenças entre os cursos de enfermagem 

Chef Giovanna faz sucesso com restaurante saudável e natural

Como escolher o jaleco certo

Como ter sucesso na sua clínica médica ou odontológica

Qual o melhor calçado para profissionais da saúde?

Modelos de jalecos